Baby É Cadelinha

Tuesday, October 24, 2006


Artur Gomes pelos palcos de Bento Gonçalves-RS

lady gumes african`s baby

ponho meus dedos cínicos no teu corpo em fossa
proclamando o que ainda possa
vir a ser surpresa
porque amor não tem essa de cumer na mesa
é caçador e caça mastigando na floresta
todo tesão que resta desta pátria indefesa

meto meus dedos cínicos sobre tuas costas
vou lambendo bostas destas botas Neo-Burguesas
porque meu amor não tem essa de vir a ser surpresa
é língua suja e grossa visceral ilesa
pra lamber tudo o que possa vomitar na mesa
e me livrar da míngua desta língua portuguesa

artur gomes
http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

Tuesday, October 10, 2006


artur gomes pelos palcos de Bento Gonçalves-RS

Fulinaíma Informa:

Quarta Com Verso
Samba.Blues.Poesia e Baratos Afins
Artur Gomes, Lolô, Lene Moraes, Luiz Ribeiro, Renatinho Arpoador
Dia 11 outubro – 21:30h

Braseiríssimo
R. Formosa ao lado da quadra de tênis
Campos dos Goytacazes-rj

Concurso Nacional de Poesia
Tema: a cultura do vinho no cenário das civilizações
Regulamento no blog http://arturgomes.zip.net

bolero blue

beber desse conhac
em tua boca para matar a febre
nas entranhas entre dentes indecente
é a forma que te como bebo ou calo
e se não falo quando quero
na balada ou no bolero
não é por falta de desejo
é que a fome desse beijo
furta qualquer outra palavra presa
como caça indefesa dentro da carne que não sai

artur gomes
http://cesarcastro.zip.net
http://ladygumes.blogspot.com
http://carnavalha.zip.net

Sunday, September 17, 2006

Sagarânica 3

não vejo hoje com os mesmos olhos de ontem. as lembranças que ficaram já se foram e o que não foi jamais será o mesmo. mesmo se eu quisesse agora. bestas humanas se calam diante do perigo e se escondem dentro dos palácios. já convivi com uma ali em são cristóvão na cavalaria quando fui soldado e rasguei bandeiras e depois com outras na terra prometida entre as bananeiras e aqui agora diante dessas outras que se dizem flores pelas laranjeiras.

artur carNAvalha gumes
http://quartacomverso.blogspot.com
http://arturgomes.zip.net
http://ladygumes.blogspot.com

entre e ouça
http://www.soundclick.com/fulinaimaoutrasvozesoutrasfalas
http://www.soundclick.com/arturgomesfulinaima

Friday, September 01, 2006


Vermmer Além da Alma - transpirações gráficas: José César Castro

Jura Secreta 15

domingo vinte e sete
ela cigarra em meus ouvidos
mágica sinfonia plasma em música
com tua voz flecha de fogo
fluído do amor em chamas
vaza por meus poros clave de sol
crava-me em dó zarabatana
coisa de índio à flor da pele
quando pele e som é o que se ama
estando aqui Brasília à vista
porto seguro estrada afora
quasar em mim pulsar agora
cristal em prisma Kátia Chamma

Artur Gomes
http://carnavalha.zip.net
http://quartacomverso.blogspot.com

Thursday, August 03, 2006


instituto nossa senhora da lapa - campos dos goytaczes

fulinaimânica: jura não secreta

quero dizer que ainda arde
tua manhã em minha tarde
a atua noite no meu dia
e tudo em nós que já foi feito
com prazer inda faria

quero dizer que ainda écedo
ainda tenho um samba enredo
tudo em nós é carNAval
é só vestir a fantasia
quero ser teu mestre/sala
e você porta/bandeira
quando chegar na quarta-feira
a gente inventa outra fulia

artur gomes
http://arturgoms.zip.net

Tuesday, August 01, 2006

cores: luz

percebo flores pelo chão
por onde passo
seja leblon arpoador ou ipanema
senegal nova nigéria
quintal da minha casa
makondo cacomonga de onde vim
pomar de frutas lagoa mar
bebo nas águas onde rio
seja qual for a estação
é sempre luz em santa clara
como este nome
afro tupi em minha língua
copacabana araribóia
baía de guanabara

artur gomes
http://fulinaimicamente.zip.net

Wednesday, July 26, 2006

TRADUZIR-SE

Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.

uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.

Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira.

Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.

Traduzir-se uma parte
na outra parte
- que é uma questão
de vida ou morte -
será arte?

Ferreira Gullar