Baby É Cadelinha

Tuesday, April 25, 2006

Carne Proibida

o preço atual
proíbe que me coma
mas pra ti
estou de graça
pra ti não tenho preço
sou eu quem me ofereço
a ti:
músculo & osso
leva-me à boca
e completa o teu almoço

artur gomes
in fulinaíma sax blues poesia

0 Comments:

Post a Comment

<< Home